Passo-a-passo como criar um servidor WEB Apache + PHP + MariaDB + phpMyAdmin no Debian 10 Buster “LAMP”


Distribuição utilizada: Debian 10 Stretch / Instalação Limpa

Vale lembrar que desde o Debian 9 o PHP foi atualizado para a versão 7 e agora para 7.3, e o MySQL foi substituído pelo seu fork MariaBD

Antes de mais nada tenha seu repositório atualizado

:: Instalação do Apache 2.4 ::

Vamos habilitar o mod_rewrite do Apache que é muito utilizado.
Este é um módulo do Apache que utiliza um mecanismo baseado em regras de reescrita.

Vamos ao comando para habilita-lo:

A página que vimos ao abri o ip do nosso servidor no navegador fica no diretório /var/www/html, isso está sendo informado no arquivo default do apache que fica em /etc/apache2/sites-enabled/000-default.conf, e para que nosso mod_rewrite funcione corretamente será necessário adicionar alguma linhas.

Adicione abaixo de “DocumentRoot /var/www/html” o seguinte:


Agora precisamos restartar o apache2 para que tenha efeito as alterações.

http://[SERVER_IP]/

:: Instalação do MariaDB 10.3 ::

Por padrão o pacote MaraiDB no Debian usa unix_socket para autenticar o login do usuário, o que basicamente significa que você pode usar o nome de usuário e a senha do sistema operacional para efetuar login no console do MariaDB.
Assim, você pode logar diretamente sem fornecer a senha root do MariaDB. Mas isso é estranho, pois minha senha do root do MariaDB é diferente do meu usuário unix.
Bom se você é meio paranoico com segurança, para alterar a senha do usuário root do MariaDB de forma bruta faça o seguinte:

:: Instalação do PHP 7.3 ::

Vou incluir algumas extensões do PHP que são normalmente utilizada

É necessário reiniciar o apache para que o php tenha efeito.

Consultado informações de versão:

Você pode criar um arquivo php com a função phpinfo() para mostrar todas as informações.

http://[SERVER_IP]/phpinfo.php

:: phpMyAdmin ::

Cade ele do repositório?
O PHPMyAdmin não está mais disponível como pacote .deb no Debian 10. Fazendo um pesquisa o motivo é que o “pessoal” que faz empacotamento não tem uma versão estável. https://security-tracker.debian.org/tracker/CVE-2018-19968

Desta forma debian “obriga” com que o usuário instale-o a partir da fonte. https://www.phpmyadmin.net/downloads/

phpMyAdmin 4.9.1 (11/10/2019)

Criaremos o arquivo de configuração do Apache.

Ative a configuração e reinicie o Apache.

Na próxima etapa, vamos configurar o armazenamento de configuração do phpMyadmin (banco de dados).
Faça o login no MariaDB como usuário root:

Criamos um novo banco de dados para o chamado phpmyadmin e um usuario pma (altere para sua senha). Em seguida, concedemos as permissões do banco de dados.
Você pode gerar uma senha acessando https://senhasegura.remontti.com.br/

Carregue as tabelas do banco de dados: (Informe a senha do root do MariaDB)

Agora é necessário ajustar o arquivo de configuração do phpmyadmin.
Definir:
* senha segura (blowfish secret) que deve ter 32 caracteres. Não use o meu exemplo blowfish secreto, defina o seu próprio! Use o gerador https://senhasegura.remontti.com.br
* diretório que o PHPMyAdmin deve usar para armazenar arquivos temporários.
* Descomentar as linhas $cfg[‘Servers’]
– controlhost : localhost
– controlpass : SUA_SENHA

http://[SERVER_IP]/phpmyadmin/

Gostou?

Se quiser fazer uma doação para o café ficarei muito feliz pelo seu reconhecimento!

Se não puder doar pode deixar seu agradecimento nos comentário também ficarei feliz em saber que ajudei. Se tiver qualquer pergunta deixe-a também. Se preferir entrar em Contato clique aqui.

Abraço!

Rudimar Remontti

Trabalho atualmente como Gerente de Redes em um Provedor de Internet no Rio Grande do Sul.

Você pode gostar...

8 Resultados

  1. Delvan disse:

    Meus parabéns Rudimar!
    Seus post’s são muito bem explicados.

  2. Souto disse:

    Prezado, muito obrigado por compartilhar seus conhecimentos. Tutorial muito bem explicado e detalhado. Resolveu meu problema, principalmente com o PhpMyadmin no Debian 10.

    Mais uma vez, grato!

  3. William Moreira disse:

    Remontti
    Grato pelas explicações e dicas sobre instalação e configuração de serviços Linux.
    Parabéns!

  4. Antonio Eudes disse:

    Eu estava seguindo o passo a passo, porém quando criado as configurações do apache2 o mesmo da falha no restart e não inicia, aponta erro na linha 160 porém verifiquei o mesmo e esta tudo correto conforme esta descrito aqui, poderia me dar uma luz em relação a este problema? a programação antes do erro deu tudo certo…

  5. diego rodrigo disse:

    ola o mode # a2enmod rewrite retorna como não encontrado já desinstalei a maquina 3 vezes e o erro persiste.teria alguma solução

  6. Welton C. Machado disse:

    Meus parabéns, seu blog esta ótimo, sempre acompanho você! lhe desejo tudo de bom!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *