Não iniciar serviço no boot ex.: MySQL e Apache

Bom, soa um pouco estranho querer impedir a inicialização automática destes serviços, afinal assim que a máquina liga automaticamente terei meu servidor “LAMP” em funcionamento.

Esta dica é útil para máquinas de desenvolvedores (Olá “developers” 🙂 ) e que não trabalham com PHP e MySQL o dia todo, usam a máquina para outras coisas, ou querem deixar o boot um pouquinho mais rápido (alguns milissegundos talvez). No meu caso uso o notebook para várias outras tarefas (outros projetos, trabalhos da faculdade etc) e prefiro iniciar estes serviços manualmente sempre que precisar deles.

Distribuição testada: Debian 8 (Jessie)

Para impedir o Apache de inicializar com o sistema:

# update-rc.d -f  apache2 remove

O MySQL exige um passo a mais, porém é tão fácil quanto:

#update-rc.d -f  mysql remove

Se deseja que outro serviço não inicialize apenas pegue o nome dele /etc/init.d/nome

# update-rc.d -f <nome-do-serviço> remove

Para voltar a padrão use o comando:

# update-rc.d <nome-do-serviço> defaults

De agora em diante sempre que você precisar do Apache ou do MySQL deve iniciá-los:

$ sudo service apache2 start
$ sudo service mysql start

OBS: Esta dica serve para o Ubuntu e outros “Debian like” como Linux Mint, elementaryOS entre outros.

Espero que seja útil para alguém.

Até mais!

Rudimar Remontti

Trabalho atualmente como Gerente de Redes em um Provedor de Internet no Rio Grande do Sul.

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Me ajudou muito esse post. Muito obrigado.

  2. Thauan Santos disse:

    Muito obrigado! Seu post foi muito útil, eu utilizo o pacote LAMP mas também faço outras coisas durante o dia e como estou com uma máquina com hardware de 2011 (6 anos atrás), algumas tarefas ficam pesadas, daí eu já queria deixar esses serviços e alguns outros também para iniciar apenas quando eu for utilizá-los. No fim das contas, reduzindo uma maioria de serviços que não utilizo me ajuda a manter o PC otimizado.

    Testei no Ubuntu Gnome 16.04.2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *