Conheça o Cockpit, uma poderosa ferramenta para administração de servidores através do seu navegador.

Ouvir tutorial


Cockpit é uma interface de administração de servidor interativa. É fácil de usar e muito leve. O Cockpit interage diretamente com o sistema operacional a partir de uma sessão real do Linux em um navegador. Pode ser instalado em muitos sistemas operacionais Linux, incluindo Debian, Fedora e RHEL.

O Cockpit permite que os administradores de sistema executem facilmente tarefas como iniciar contêineres, virtualização, administração de armazenamento, configuração de rede, inspeção de logs e assim por diante.

Distribuição utilizada neste tutorial:
Debian 11 (Bullseye) 64 bits instalação mínima
Como melhorar a produtividade no seu Debian após instalação (Recomendado)

Ativando repositório Backports

Usarei o repositório backports para obter os pacotes mais recentes do Cockpit (tem mais recursos)

Instalação Cockpit

Iremos instalar o cockpit com algumas “extensões” básicas.

Cockpit é executado utilizando a porta 9090, para verificar se a mesta esta aberta execute:

Abra em seu navegador http://HOST:9090/

Entre com usuário e senha do sistema operacional. Todos usuários irão logar, sistemas como Ubuntu você pode entrar com seu usuário comum e solicitar permissões, mas neste caso como é um debian entrarei diretamente com root.


Umas das coisar que não gosto que durante a instalação do cockpit ganhamos um brinde um serviço de e-mail exim4, como nõ tenho menos interesse em ter ele rodando irei desativa-lo.

Gerenciando Máquinas virtuais


Que tal subir VMs sem um sistema como VMware, Proxmox, Xen, Virtualbox, entre outros?
libvirt-dbus para enumerar máquinas, obter notificações de atualização de status e operações como iniciar/parar/excluir
virt-install e virt-xml para criar e modificar definições de máquina; ambos fazem parte do projeto virt-manager
Instale os pacotes:

A imagens (discos) das VMs ficam em /var/lib/libvirt/images

Gerenciando Containers


Ativa no Cockpit interface para containers Podman que é uma ferramenta multiplataforma de linha de comando, Open-Source que permite criar e gerenciar imagens de contêiner diretamente.

Um dos maiores diferenciais do Podman é que ele não precisa de um serviço (daemon-less) rodando em background para funcionar, e é totalmente Gratuito e Open-Source. É uma alternativa amigável para quem já esta acostumado com Docker, já que é baseado na CLI do Docker, tendo compatibilidade com as imagens Docker e suportando tambem Dockerfile’s e sendo possível ate rodar docker-compose.yml com podman-compose.

Instale o pacote cockpit-podman

Por segurança recomendo você aplicar um firewall com nftables (Já instalado no Debain 11) protegendo a porta 9090 apenas para sua rede local.

Gostou? Se quiser apoiar o blog e fazer uma doação para o café ficarei muito feliz pelo seu reconhecimento!

Se não puder doar pode deixar seu agradecimento nos comentário também ficarei feliz em saber que ajudei. Se tiver qualquer pergunta deixe-a também. Se preferir entrar em Contato clique aqui.

Abraço!

Fontes:
https://cockpit-project.org/
https://github.com/cockpit-project/cockpithttps://github.com/cockpit-project/cockpit-machines
https://github.com/cockpit-project/cockpit-podman

Rudimar Remontti

Trabalho atualmente como Gerente de Redes em um Provedor de Internet no Rio Grande do Sul.

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.